terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Nem tudo são flores

Eu decidi que queria ser mãe! Mas queria ser mãe de tempo integral! Decidi que queria ter muitos filhos e tenho 4. Mas não posso nunca reclamar que estou cansada, que estou querendo sair um pouco que ouço de algumas pessoas: "Mas você escolheu isso" (tom desdenhoso).
Realmente eu escolhi, eu quis e eu desejei ardentemente isso!
Esses dias atrás eu estava sentada na sala e meus filhos estavam no sofá! Só olhar para eles fez meu coração se encher de alegria: meu sonho realizado! Quantas pessoas no mundo podem dizer que realizaram um grande sonho? Meu sonho era ter muitos filhos e eu tenho e sou mãe deles. Nunca deleguei os cuidados deles à outra pessoa, nunca deixei de cumprir meu papel de mãe! Sou muito feliz por ser mãe!
Mas não é por isso que nunca vou estar cansada, descabelada e com vontade de sair correndo e gritando! Não é por eu ter desejado tanto que eu vá ter uma mente equilibrada para o resto da minha vida e nunca vá falar que está cansada com a gritaria das crianças!
Ser mãe exige paciência, determinação, coragem, sensibilidade e loucura! Não, eu não escrevi errado! Um pouco de loucura faz bem! Se eu estiver achando tudo lindo, perfeito e maravilhoso, algo está errado, pois nem tudo na vida materna são flores! A rosa é linda, mas tem muitos espinhos! Nunca ouvi alguém dizer que não gosta de rosas por causa dos espinhos!
Muitas vezes sinto muita, mas muita mesmo, falta de um tempo só para mim, um tempo para estudar, passear, relaxar sozinha, sem ficar esperando um choro, um pedido de água, sem esperar que um menino pelado vai entrar e pedir para ajudar a por a calça! Eu preciso disso! Preciso de um tempo só para mim, só ee comigo mesma! Mas sei que hoje não é possível, mas vai ser um dia! Enquanto isso eu só gostaria de dizer que eu amo meus filhos, amo ter muitos filhos, amaria ter mais filhos, amo minha vida e amo minha família! Mas nem tudo são flores na maternidade!

3 comentários:

thais disse...

exatooo!!! perfeito!

beijo

Juliana Dalzoto disse...

Oi Larissa!!!
Nossa, que post sincero! Eu adorei o que vc escreveu, pois eu só tenho um filho e as vezes me sinto cansada, imagina você aí com 4!!!

E olha, é preciso ser "bem mãe" mesmo para afirmar tudo o que vc afirmou! Eu te admiro hein!

Tb quero ser mãe de muitos e todo munod diz que eu sou louca. Mas o desejo está ali, bem no fundo do meu coração e quando leio coisas assim, sinto que tb sou capaz, que será cansativo mas será muito mais gratificante!

Este ano estamos dando continuidade no nosso projeto! Estou na torcida para sermos abençoados com mais um baby (ou quem sabe dois - meu filhote pede um irmão E uma irmã, que tal?)!!!

Um beijo carinhoso
e dias menos cansativos por aí ;)

Ju

Mariza disse...

Amei o post e já posso sentir isso por aqui,ainda que Arthur seja um bebê. Os amamos muito mas precisamos sim de um tempo só nosso às vezes e como encontrá-lo?
bjs