quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Minha primeira cria! A Luiza! Luizinha da minha vida!

Pois é! Essa é a Luiza Beatriz! Isso quando ela era bem pequenina, com quase 2 anos! Hoje ela está quase do meu tamanho, com 10 anos e calçando 35!!!!!!!
Foi com essa pequena que aprendi a ser mãe! Eu tinha 17 anos quando descobri que ela estava bem aqui dentro de mim! Apesar de toda a confusão gerada na família foia gravidez dela a mais legal, a mais curtida! Acho que por causa da falta de preocupação com qualquer outra coisa!
Não tive que casar! Ainda bem! Tive tempo só pra mim! Curti a barriga começar a aparecer, a barriga começar a mexer!!! Curti ela grandona e eu cheia de fôlego andando na Teodoro Sampaio junto com minha mãe atrás de lojas de móveis faltando apenas 18 dias pra ela nascer! E eu tinha um fôlego de dar inveja! Afinal eu tinha ainda 18 anos quando ela nasceu!
E ela nasceu! De parto cesárea (pq eu quis e achava que não ia doer!!!) num sábado frio mas de céu azul! Não dormi na noite anterior e quando fui pro hospital fomos de carro ouvindo rádio. Estava tocando U2 - Pride e logo depois começou a tocar Legião Urbana - Quando o sol!
Ela nasceu bem gordinha e bochechuda! Era o bebê mais lindo! Queria ter ficado quietinha no hospital, mas um monte de gente foi pra lá! Eu lá, toda dolorida e aquele povo todo no quarto! Acho que eu era atração turística! A criança da família tinha tido uma criança!
É engraçado pq acho que nunca perceberam que eu cresci!!! Mesmo hoje com 28 anos!
Cheguei em casa com ela nos braços e nunca tive medo! Amamentar estava muito dolorido nesse dia, mas nunca desisti! Amamentei a Luiza até os sete meses apesar da pediatra dizer que eu não tinha leite! Imagina se eu tivesse! Dei banho nela sozinha logo no primeiro dia com minha mãe só olhando! Troquei a primeira fralda dela em casa na hora que minha mãe foi ao mercado, por tanto estava sozinha em casa! Nunca tive medo! Ela era minha bebê! Eu era dela, só dela! Era mãe e ela era filha!
E como chorava essa filha!!! Teve muita cólica e passou muitas noites chorando! Nunca pedi pra ninguém ficar com ela! Apesar das dores terríveis da cesárea eu ficava no quarto dela de um lado para outro e tinha que ser de pé! Que bebê curioso! Não ficava deitada no carrinho, não ficava deitada no colo e só deitava no berço se estivesse dormindo profundamente! Eram horas no quarto com ela no colo! Mas eu fazia!
E quando ela começou a comer!!! Eu passava o dia cozinhando diversos sabores de sopinhas e congelava! Cheguei a ter 7 sabores diferentes no freezer! Amava curtir e cuidar dela! Eu vivia só pra ela!
A primeira arte dela foi cômica! Preparei o jantar dela: sopa com beterraba! coloquei o pratinho em cima da bancada e ela no carrinho ao lado! Fui até o quarto buscar um babador e quando voltei ela estava rindo toda suja de sopa! Ela esticou o bracinho, puxou o pano e o prato veio junto! Caí na risada! Peguei a máquina fotográfica e bati uma foto, mas eu ria tanto que a foto saiu tremida e nem dá pra ver a sopa! Engraçado que por nenhum momento fiquei brava em limpar a sujeira! Achei o máximo a primeira arte da Luiza!
E ela cresceu! Com 4 anos ganhou um pai maravilhoso! Agora eramos uma família de verdade! E ela foi crescendo... Começou a responder... Desafiar... Testar... Estava crescendo!
Com 5 anos ela soube que ganharia um irmãozinho! A família estava crescendo! E a Luiza crescia também! Ela ganhou um irmão quando faltava 10 dias pra fazer 6 anos! Seu aniversário foi em casa com pizza e um bolo de chocolate! Tinha uma vela de Barbie em cima! E ela ganhou um patinete!
No começo deste mês ela foi à uma festa de aniversário de uma amiguinha! O tema da festa era baladinha! Compramos uma roupa e lá foi ela de mini-saia, blusinha preta com strass, pulseira prata, brincos compridos e sandália de salto alto e fino! Fiz as unhas dos pés e das mãos dela! O Rafa fez uma escova no cabelo com um desenho diferente no alto da cabeça! Passou batom (clarinho), sombra e perfume! Cresceu!
Quando o Rafa foi buscar a menina crescida ela fala pra ele toda feliz: brinquei de pega-pega correndo atrás dos meninos! Cresceu, mas nem tanto! Ainda bem!
Ela ainda dorme com o macaquinho da foto! Deita no chão pra brincar e segura o garfo como criança pequena - apesar de sempre eu lembrá-la que ela já é grande!
Me sinto culpada por não gostar dessa fase que ela está entrando! Acho chato adolescente! E pré-adolescente então... Eu que sempre achei que nunca me sentiria culpada! Culpa de mãe existe sim!!! E eu quase morro de culpa!
Mas minha Luizinha iluminou minha vida quando chegou! Sei que continuará a iluminar! Ela vai crescer e isso não posso impedir! Já perdeu o cheirinho de bebê, já perdeu o cheirinho de criança pequena! Não tem mais mãozinha de criança e nem aquela coisa expontanea de criança! Mas ela que me ensinou a ser mãe!

Um comentário:

Eliane Paulino disse...

Chorei agora quando li "Ela vai crescer e isso não posso impedir! Já perdeu o cheirinho de bebê, já perdeu o cheirinho de criança pequena! Não tem mais mãozinha de criança e nem aquela coisa expontanea de criança! Mas ela que me ensinou a ser mãe!" Tenho uma Florzinha assim tambem, agora com 8 anos e as vezes fico olhando ela dormir e vejo como está se transformando... as vezes deito do lado dela e fico cheirando o cabelo, tocando o nariz... minha menininha já usa saltinho, quer sutiãn... e vejo que a cada dia fica maior, quase não cabe no colo. Acho que entendo seu desejo de ter muitos filhos, eu só tive 2 (cesárias), minha tia vivia dizendo que eu não pari nenhum dos dois, rs. Parabens pela linda familia e pela coragem e garra "Parideira" , há, quanto ao meu pequeno, hoje já tem 5 anos... e é um Principe Lindo, carinhoso, não tem mais cheirinho de bb tambem, adora passa gel no cabelo e me fazer de pista para os carrinhos dele! Eu tambem Amo SER Mãe!!!